SPi recebe apoio do Europa Criativa

2019-11-19

13 de Novembro do 2019.- A produtora Portuguesa SPi obteve apoio da União Europeia para a produção televisiva através do programa Europa Criativa - MEDIA com a série Auga Seca, coproduzida com a produtora Galega Portocabo (Espanha) e que terá a sua estreia na RTP no próximo dia 17 de Janeiro de 2020 e na TVG – Televisão da Galiza.

É a primeira vez que uma produtora portuguesa consegue este apoio para uma ficção televisiva no âmbito de coprodução internacional, a série Auga Seca foi um dos 20 projetos europeus selecionados na convocatória. Para Susana Costa Pereira, responsável pela MEDIA Portugal em Lisboa, "Foi com grande satisfação que recebemos esta notícia e que este projeto demonstra sua força internacional. Sendo Portugal um país de baixa produção audiovisual é com este exemplo de coprodução que devemos investir no âmbito de produções europeias”.

Auga Seca é um drama policial sobre o universo do tráfico de armas e suas conexões com o mundo empresarial, protagonizada pela reconhecida actriz portuguesa Victoria Guerra junto aos renomados actores galegos Monti Castiñeiras e Sergio Pazos como protagonistas. A série conta com 6 capítulos na sua primeira temporada, foi filmada entre as cidades de Vigo e Lisboa, duas cidades que olham para o atlântico unidas nesta série sobre a família e a moral refletidas em um universo onde nada nem ninguém são o que parecem ser e todos buscam pela verdade. 

Os actores portugueses  Adriano Luz, Joana Santos, Igor Regala e João Arrais e os actores espahois Eva Fernández, Paloma Saavedra, Santi Romay, Cris Iglesias, Adrián Ríos são alguns dos nomes que completam o elenco internacional desde série realizada por Toño López e com Alfonso Blanco da Portocabo e José Amaral da SPi na produção executiva. No seu relatório o comité de avaliação da Europa Criativa – MEDIA pontuou de forma bastante positiva a trajetória e o talento da equipa criativa por trás deste projeto.